Facebook
FoneFone: (49) 3323-5177 | (49) 3323-2122

300 servidores públicos foram expulsos de seus cargos somente no primeiro semestre de 2018 por estarem envolvidos com corrupção.

Cerca de 300 servidores públicos foram expulsos de seus cargos somente no primeiro semestre de 2018 por estarem envolvidos com corrupção.

O dado foi divulgado pelo ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União.

De acordo com o órgão, foram 243 demissões de servidores federais, 45 cassações de aposentadorias e 12 destituições de pessoas em cargos comissionados.

O levantamento não inclui os empregados em empresas estatais como a Petrobras, Caixa e Correios.

A corrupção, segundo a CGU, foi responsável por 64% das demissões, 192 ao todo.

Entre as ações de corrupção, estão o recebimento de propina ou vantagens indevidas, utilização de materiais da repartição em atividades particulares, improbidade administrativa, lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional.

As pastas de Desenvolvimento Social e Agrário e o Ministério da Educação são os que tiveram a maior quantidade de afastamentos.



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122