Facebook
FoneFone: (49) 3361-3110

AGU obteve na Justiça o bloqueio de quase R$ 12,8 milhões em bens de uma ex-servidora do INSS

A Advocacia-Geral da União (AGU) obteve na Justiça o bloqueio de quase R$ 12,8 milhões em bens de uma ex-servidora do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) acusada de improbidade administrativa.

O INSS constatou em processo administrativo disciplinar que a ex-servidora concedeu benefício de forma irregular a 12 segurados atendidos por ela na agência de Pelotas, no Rio Grande do Sul, entre os anos de 2000 e 2003, mediante pagamento de propina.

Além do valor pago indevidamente, a Advocacia Geral da União cobra mais R$ 9,5 milhões em multa civil por atos de improbidade administrativa.



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122