Facebook
FoneFone: (49) 3323-5177 | (49) 3323-2122

Chapecó é a sexta potência econômica de Santa Catarina.

O governo do Estado divulgou nessa quinta-feira (20) os dados do IPM na arrecadação do ICMS de 2017, que será repassado ao longo de 2019 para todos os municípios.

Os números foram publicados pela Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina.

O IPM, é uma das principais receitas para a maioria dos municípios catarinenses, por isso trabalhamos sempre em parceria com representantes das cidades para definir regras de apuração e julgamentos.

De acordo com o ranking, as maiores participações Joinville lidera com 8,3%, seguido de Itajaí 7,6%, Blumenau 4,8%, Florianópolis 2,8%, Jaraguá do Sul, 2,7%, são os cinco município melhores rankiados.

Chapecó é o sexto, com IPM de 2,4% uma queda na arrecadação de 1,1% em relação a 2018.

Entre os 10 maiores municípios do estado, em sétimo aparece São José 2,3%, Lages 1,9%, Criciúma 1,7% e Brusque 1,7%.

Como é feito o cálculo – O IPM é calculado anualmente pela Secretaria de Estado da Fazenda, que considera como principal critério o “Movimento Econômico” – também conhecido como “Valor Adicionado” (VA) – para compartilhar com os Municípios o ICMS recolhido pelo Estado.

A lei regulamenta que o Governo do Estado deve repassar 25% da arrecadação de ICMS aos Municípios, sendo que 15% desse total são divididos igualmente entre os 295 Municípios e 85% são distribuídos de acordo com o Valor Adicionado.



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122