Facebook
FoneFone: (49) 3323-5177 | (49) 3323-2122

COMENTÁRIO ESPORTIVO, COM IVAN CARLOS

UMA CHACOALHADA PARA REAGIR!

 

A derrota para o Vasco com futebol de Série B agitou os bastidores na Chapecoense.  Até mesmo o Presidente Maninho demonstrou pela vez primeira sua desconfiança, o desconforto pela falta de futebol e resultados.

Realmente se faz necessária uma Chacoalhada no vestiário para tirar algumas peças do comodismo, zona de conforto. Não temos visto uma Chapecoense com a cara da nossa gente. O que temos visto nos últimos jogos foge totalmente das características do time guerreiro que estávamos acostumados a ver.

Por tudo o que conheço dos dirigentes a situação não será aceita como se nada estivesse acontecendo. Pelo contrário, virão cobranças contundentes para uma resposta imediata. É preciso saber quem quer e quem não quer. Se necessário, isolar, afastar do grupo aqueles que estejam por ventura contaminando, desviando o foco.

Recebem em dia, tem toda a estrutura á disposição. Pois que justifiquem seus salários pelo menos suando a camisa, o que poucos tem feito.

 

VALORES PARA AFASTAR A TORCIDA!

 

Ontem no Resenha Nota 10 anunciamos os valores dos ingressos para o jogo do domingo. Chiadeira geral. Além do fraco futebol e os péssimos resultados da Chape, o Palmeiras virá Chapecó com time alternativo. Quais seriam então os atrativos para fazer com que o torcedor saída de frente a TV e vá para a Arena?

Vimos vários dos tradicionais Clubes do Brasil fazerem promoções com valores baixos para ter apoio de suas torcidas nos momentos difíceis. Vimos estádios cheios e reação dos times. A Chapecoense precisa fazer o mesmo! Baixa os valores, enche a Arena e, juntos vamos reagir de vez na competição. Produto bom, preço alto. Produto ruim, baixa preço. Seria a tal da leia da oferta com qualidade e sem qualidade?

Pensem nisso senhores dirigentes. Muitas vezes é preciso plantar, adubar, para depois colher apresentando qualidade, resultados.   

 

LANCES:

 

*Chapecó está se preparando para os JASC 2018. Uma delegação que se aproxima de 400 pessoas.

*Serão 10 dias de disputas na busca de uma posição de destaque.

*Falei ontem com o Secretário de Esportes de Caçador. Muitas são as dificuldades enfrentadas na tarefa árdua de sediar os JASC.

*E o pior: “Por erro de uma pessoa, Caçador poderá ficar fora dos PARAJASC”.

 

 



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122