Facebook
FoneFone: (49) 3323-5177 | (49) 3323-2122

DNIT divulga avaliação das rodovias pavimentadas. Em SC os piores trechos estão no oeste.

Sai o resultado de um novo estudo sobre a situação das rodovias pelo país.

Dos 57,2 mil quilômetros de rodovias federais pavimentadas no Brasil, sob a administração do DNIT, 33,7 mil (59%) estão em bom estado de conservação, conforme mostra a segunda edição do ICM – Índice de Condição da Manutenção (ICM), divulgada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes nesta quarta-feira, 10/10.

A pesquisa é feita pela autarquia com o objetivo de manter uma radiografia atualizada das condições da malha federal e utilizar as informações apuradas na tomada de decisões sobre investimentos como obras de implantação, pavimentação, duplicação e manutenção da malha.

Esta segunda rodada de pesquisa revelou ainda que 18% das rodovias estão em estado regular; 10%, ruim; e 13%, péssimo.

primeiro levantamento, que refletia o estado da malha federal no primeiro trimestre de 2017, 67,5% das rodovias estavam em bom estado; 21%, regular; 7%, ruim; e 5%, péssimo.

Em Santa Catarina as piores rodovias estão na Região Oeste.

Estão em péssimas condições os trechos, Chapecó a Palmitos, Chapecó Itapiranga, Chapecó a Concordia, ou seja toda a SCT 283.

Ainda Itapiranga a São Miguel do Oeste, e São Miguel do Oeste a Dionisio Cerqueira, que apresenta alguns trechos em situação regular.

Em situação péssima, a BR 282 no trecho Xanxerê a Curitibanos, alguns pequenos trechos estão em bom estado.

 



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122