Facebook
FoneFone: (49) 3323-5177 | (49) 3323-2122

Governo Catarinense quer investimentos federais na aduana de Dionísio Cerqueira

O Governo catarinense busca apoio federal para melhorar os serviços prestados na aduana de Dionísio Cerqueira, porta de entrada do milho vindo do Paraguai.

O assunto tem pautado as ações da vice-governadora Daniela Reinehr que esteve reunida, juntamente com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa, com a ministra da Agricultura,  Tereza Cristina, e com o secretário executivo do Ministério da Economia, Marcelo Pacheco dos Guaranys.

Do encontro, a decisão de viabilizar e melhorar o processo de entrada do grão em Santa Catarina.

Também foram tratados temas como melhorias do setor pesqueiro, defesa agropecuária e políticas de crédito fundiário.

Santa Catarina produz em média três milhões de toneladas de milho por ano e utiliza sete milhões na alimentação de suínos e aves – o consumo diário gira em torno de 18 mil toneladas.

Com a implantação da Rota do Milho, o estado poderá ser abastecido pelo Paraguai, com os caminhões passando pela Argentina e chegando a Santa Catarina pela aduana de Dionísio Cerqueira.

O percurso do grão pelo modal rodoviário do Centro-Oeste até Santa Catarina deverá reduzir de aproximadamente dois mil quilômetros para 350km.

 

Crédito imagem: Portal Notícias Agora



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122