Facebook
FoneFone: (49) 3361-3110

INSTALADA NO SENADO A CPI DA TRAGÉDIA DA CHAPE

O Senado Federal instalou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a situação e cobrar a indenização das famílias das vitimas da Tragédia da Chapecó ocorrido em 29 de novembro de 2016.

A CPI da Chape foi instalada nesta quarta-feira (11) e promete ouvir seguradoras, companhias áreas e até a CBF nos próximos 180 dias.

A CPI da Chape foi proposta pelo senador Jorginho Mello (PL-SC), que será o presidente da comissão, com o apoio de mais 28 senadores.

O relator da comissão é o senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

Jorginho Mello disse que está em contato com a embaixada, o Itamaraty e o Ministério da Justiça para facilitar o relacionamento com a Bolívia, que deve responder sobre o plano de voo da Chape, e com as seguradoras internacionais responsáveis que devem essas indenizações aos familiares das vítimas do acidente.

Além disso, senadores como Espiridião Amin (PP-SC) planejam usar os poderes de investigação da CPI para pedir explicações de instituições como a CBF e, assim, esclarecer o plano de segurança dos voos que transportam delegações brasileiras para tentar evitar novos acidentes.

Instalada nesta quarta-feira, a CPI da Chape volta a se reunir na próxima semana, nos últimos dias do ano legislativo, para já tentar aprovar o plano de trabalho da comissão.

A ideia é deixar tudo pronto para começar as investigações assim que os parlamentares voltarem do recesso parlamentar de fim de ano, em fevereiro.

 



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3323-5177
(49) 3323-2122