CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

22/05/2017

Caso Luiz Otávio: Chapecoense tem até as 18h de hoje (22) para se defender. Conmebol diz que decisão sai até a noite desta terça (23)

Últimas
da
Chape

Soldados encerram primeira semana de curso

Notícia postada em 09/05

 

Na manhã desta terça-feira (9) ocorreu o encerramento oficial da “semana zero” do curso de formação de Formação de Soldados 2017 no 2° Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (BPM), em Chapecó. 
Na oportunidade os alunos foram recepcionados pelo comandante do 2ºBPM/Fron, tenente-coronel Ricardo Alves da Silva e pelas guarnições que entravam e saiam de serviço, onde o comandante e demais policiais deram as boas vindas aos alunos que passaram pela primeira semana.
O comandante fez um pronunciamento à turma, com palavras de incentivo e exaltando a união existente no grupo do Batalhão, dando como exemplo que deveriam sempre seguir para conseguirem alcanças os objetivos, entre outras coisas, ressaltou que o treinamento seria duro, contudo, mais duro ainda será o trabalho nas ruas enfrentando o crime.  
Na "semana zero", os alunos soldados passaram por diversas atividades militares básicas, inclusive em alguns momentos durante o final de semana, sendo que, na última madrugada, os alunos soldados, devidamente acompanhados pelo secretário de Curso, Tenente Jardel; pelos Sargentos monitores, Sargento Castro e Sargento Bassani; além de policiais militares do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) voluntários; realizaram uma marcha de 12 quilômetros, equipados.
Após a semana de trabalho intenso e uma noite inteira em claro, situação rotineira a policiais militares formados em atividade, os alunos receberam folga de um dia, uma vez que, amanhã, quarta-feira (10), iniciam em sala de aula e outros locais de treinamento, os conteúdos programáticos das 1204 horas aula do Curso. Dos 60 que iniciaram o curso, 59 continuam, um pediu desligamento. 
A "semana zero", essa adaptação inicial à vida militar, é de extrema importância, uma vez que a exigência do Curso é muito grande e os futuros policiais militares têm que criar resiliência/resistência às condições adversas que vão encontrar, tudo para estarem o mais bem preparados possível para servir e proteger a sociedade catarinense, que tantas esperanças deposita em cada turma policial militar em formação.

Na manhã desta terça-feira (9) ocorreu o encerramento oficial da “semana zero” do curso de formação de Formação de Soldados 2017 no 2° Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (BPM), em Chapecó. 

Na oportunidade os alunos foram recepcionados pelo comandante do 2ºBPM/Fron, tenente-coronel Ricardo Alves da Silva e pelas guarnições que entravam e saiam de serviço, onde o comandante e demais policiais deram as boas vindas aos alunos que passaram pela primeira semana.

O comandante fez um pronunciamento à turma, com palavras de incentivo e exaltando a união existente no grupo do Batalhão, dando como exemplo que deveriam sempre seguir para conseguirem alcanças os objetivos, entre outras coisas, ressaltou que o treinamento seria duro, contudo, mais duro ainda será o trabalho nas ruas enfrentando o crime.  

Na "semana zero", os alunos soldados passaram por diversas atividades militares básicas, inclusive em alguns momentos durante o final de semana, sendo que, na última madrugada, os alunos soldados, devidamente acompanhados pelo secretário de Curso, Tenente Jardel; pelos Sargentos monitores, Sargento Castro e Sargento Bassani; além de policiais militares do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) voluntários; realizaram uma marcha de 12 quilômetros, equipados.

Após a semana de trabalho intenso e uma noite inteira em claro, situação rotineira a policiais militares formados em atividade, os alunos receberam folga de um dia, uma vez que, amanhã, quarta-feira (10), iniciam em sala de aula e outros locais de treinamento, os conteúdos programáticos das 1204 horas aula do Curso. Dos 60 que iniciaram o curso, 59 continuam, um pediu desligamento. 

A "semana zero", essa adaptação inicial à vida militar, é de extrema importância, uma vez que a exigência do Curso é muito grande e os futuros policiais militares têm que criar resiliência/resistência às condições adversas que vão encontrar, tudo para estarem o mais bem preparados possível para servir e proteger a sociedade catarinense, que tantas esperanças deposita em cada turma policial militar em formação.

Com informações da PM

 

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática